Onildo Rafaelli

O período da promulgação da Constituição foi concomitante a um novo mandato na CNM. Pela primeira vez, um representante do Rio Grande do Sul foi eleito presidente da CNM. Onildo Rafaelli de Souza havia sido presidente da Famurs entre 1985 e 1987 e era prefeito do Município de Santo Antônio da Patrulha. Seu mandato na CNM foi de 1988 a 1989.

O período que se seguiu à Constituição foi de diminuição do ímpeto municipalista. De fato, o municipalismo, assim como outros movimentos político-sociais, conseguiu atingir muitos dos seus objetivos com a Carta de 1988. Após as grandes conquistas e os resultados concretizados, as motivações de anos de mobilizações pareciam ter sido atingidas e agora restaria aproveitar essa situação favorável. Assim, tanto os últimos anos da década de 1980, quanto os primeiros dos anos 1990, tiveram relativamente poucas atividades e mobilizações políticas para os Municípios.