2002 - Pregão Eletrônico

A aprovação em 2002 da lei 10.520, que criava na União, nos estados, no Distrito Federal e nos municípios a modalidade de licitação pregão para aquisição de bens e serviços. Essa foi uma das primeiras conquistas da entidade, já que os municípios, no projeto original, não eram contemplados. Leis e decretos que regulamentavam a matéria incentivavam ainda que o pregão fosse executado na forma eletrônica. A partir dessa demanda a CNM investiu numa ferramenta digital que pudesse ser oferecida aos entes locais, surgindo, nesse momento o CidadeCompras.